• Elisiane Kiel

MARCA: O PRINCIPAL ATIVO DA EMPRESA

Atualizado: Out 4



Você já parou para pensar o que cria o vínculo entre sua empresa, seu trabalho e seus clientes?

A marca deixa claro esta comunicação daquilo que ela propõe e é resultado de muito trabalho e esforço sendo necessário uma boa estratégia de marketing e comunicação.

A marca não é somente a identidade visual, mas sim a cultura empresarial. Ela é um bem intangível ou seja que não possui corpo, não se toca materialmente e precisa construir uma relação de confiança com seu consumidor.

Agora já parou para pensar se você faz toda esta construção e esquece de proteger seu nome? Como então proteger o principal ativo empresarial?

Com o registro da MARCA!

No mundo ideal a proteção seria antes de ter o nome e atividade, fazer uma pesquisa e ao iniciar a atividade fazer o registro para evitar dores de cabeça, começando pelos segmentos de atividades principais de atuação e ampliando o círculo de proteção para categorias que possam gerar conflitos e concorrência desleal.

Um exemplo? Uber é uma plataforma de serviços de transporte de passageiros sendo esta sua atividade principal, porém se alguém registrar como produto carro o nome Uber não geraria um certo conflito e os consumidores poderiam entender como da mesma empresa? E assim a Uber foi ampliando suas categorias e investindo na marca tornando-se uma de alto renome onde hoje ninguém pode usar o nome Uber em nenhum segmento de atuação de serviços ou produtos.

Sim isso é um processo de construção da marca com suas proteções o que chamo de blindagem porque de nada adianta construir a casa sem ter a certidão de propriedade, mesma coisa no universo empresarial com a propriedade denominada MARCA!


Se você não fez no momento ideal, o que é muito comum não se preocupe, um bom especialista irá fazer uma pesquisa e sugerir alternativas caso ocorra algum impedimento.

Portanto busque informação e ser orientado por um bom profissional que entenda de prospectar e blindar os ativos Empresariais.











4 visualizações0 comentário